Transporte | Passagem pode ir para R$ 4,53 em Itaquá. Desculpa é de que passageiros diminuíram!

Entre 2015 e 2019, uma média de 274 mil passageiros por mês deixaram de utilizar o transporte público em Itaquaquecetuba. Os dados são de um estudo realizado pela empresa Expresso Planalto, a pedido da prefeitura da cidade.

Entre as conclusões do trabalho está o preço da passagem para 2020, que pode chegar a R$ 4,53 – atualmente a cobrança é de R$ 4,40.

O levantamento servirá como base para o edital da licitação de transporte sobre ônibus, que deve ser lançado ainda neste mês. A Planalto está entre as prováveis concorrentes.

Procurada, a prefeitura não respondeu se não há conflito de interesse no fato de a empresa que realizou o estudo ser uma das principais concorrentes para assumir a concessão. A Expresso Planalto foi escolhida após um edital aberto pela gestão no ano passado para a realização do estudo.

Os dados apontam que são 1,3 milhão de viagens por mês nas linhas municipais. O número representa uma queda de 16,7% no número de usuários transportados pelos ônibus urbanos nos últimos quatro anos.

Se levar em conta apenas os que pagam passagem, a queda representa 22,9% dos usuários.

Enquanto o valor da tarifa aumentou de R$ 3,50 em 2015, para R$ 4,40 em 2019, o aplicativo Uber baixou em 17% o valor das corridas para os usuários no município.

Além disso, o transporte público da cidade também sofre com a concorrência direta do transporte clandestino, feito por vans e carros.

LICITAÇÃO

A concessão privada de ônibus em Itaquaquecetuba venceu em 2018, mas ainda não houve uma nova licitação para contratar uma empresa substituta. Desde dezembro do ano passado, a empresa mineira Expresso Planalto opera o sistema em caráter emergencial. Ela substituiu o Grupo Julio Simões.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba afirma que o processo licitatório está em andamento.

Além do estudo, a empresa mineira também demonstrou interesse em continuar operando o sistema ao entregar 14 novos ônibus, e solicitar o aumento da tarifa de R$ 4,10 para R$ 4,40, pedido que foi acatado pelo prefeito no começo do ano.

Uma audiência pública sobre o processo licitatório ocorreu semana passada, onde a Prefeitura apresentou uma versão prévia do edital de licitação. Não foi permitido ao público fazer intervenções na audiência, apenas manifestações por escrito.

Fonte: Agência Mural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *