12 de outubro é um dia de reflexão. Os pequeninos merecem toda atenção e respeito

Em 1924, o deputado Galdino do Valle Filho apresentou uma proposta de data para as comemorações do Dia das Crianças. A iniciativa foi oficializada pelo então presidente Arthur Bernardes, que governou o País entre 1922 e 1926. Porém, por quase 40 anos, a data passou despercebida. Mas hoje, em 12 de outubro, tem força e serve para refletirmos sobre o futuro de nossas crianças.

O Estado tem o dever de cuidar dos pequeninos, garantindo Educação, Saúde e uma proteção permanente. Infelizmente, alguns adultos maldosos tentam contra essas crianças. Outras são abandonadas, estão à espera de uma família boa para adoção, ou seja, vivem em situação vulnerável.

HOMENAGEM ÀS CRIANÇAS

Nosso Sindicato parabeniza todas as crianças, em especial aquelas filhos(as) de Servidores públicos. Muitas vezes, a correria do dia a dia nos afastam (mesmo sem percebemos) dos pequeninos, tão carente de amor, respeito e consideração. A inocência da criança é algo encantador, é uma experiência que precisa ser cultivada e mantida.

FUTURO DA NAÇÃO

Também é dever do Estado propiciar boas condições de crescimento intelectual das crianças e de sustância. As escolas públicas devem aprimorar cada vez mais sua forma de ensino, de alimentação e orientação para a formação coletiva. O Brasil enfrenta um esfacelamento moral que não pode alcançar gerações futuras.

12 de outubro – DIA DAS CRIANÇAS
É muito mais do que um presente. 

É uma data de reflexão sobre os rumos percorridos pelas nossas crianças. Cuidemos do futuro hoje para não sofrermos ainda mais amanhã!

**CURIOSIDADE**

De acordo com a história e seu significado, alguns países têm outras datas para essa celebração: no Japão, por exemplo, os meninos comemoram no dia 5 de maio (como na China) e as meninas no dia 3 de março, ambos com exposições de bonecos (para os meninos eles lembram samurais). Em Moçambique, essa celebração ocorre no dia 1º de junho para marcar o dia em que as forças nazistas, em 1943, assassinaram cruelmente muitas crianças pequenas. Na Nova Zelândia, aproveitando esse dia para passar mais tempo com a família e sem fins comerciais, essa lembrança ocorre no primeiro domingo de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *