Solicitamos urgência nas adequações de prevenção ao Coronavírus

O Sinseri, através da presidente Clícia Mara Silva Damaceno e do técnico em Saúde e Segurança no Trabalho Leonardo Rolim, realizou na última semana visita de averiguação na sede da Prefeitura Municipal de Itaquaquecetuba. O objetivo desta conduta foi o de verificar in loco as condições de trabalho dos Servidores, em especial no tocante às medidas de profilaxia (prevenção) contra o novo Coronavírus. Averiguamos algumas inconformidades, diferente da última vez, na qual não havíamos identificado nada fora do normal. Pontuamos tudo em um ofício protocolado na Administração com cobrança para regularização dos itens encontrados pela nossa equipe.

São quatro os pontos principais da vistoria realizada pelo técnico:

1- Solicitamos o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) do próprio municipal, a fim de averiguar se os riscos ambientais e as medidas de profilaxia e controle no tocante à Covid-19 estão sendo atenuados ou eliminados através das ações de Saúde e Segurança do trabalho;

2- Não foi observado o comprimento do Decreto Estadual no fornecimento adequado de álcool em gel para assepsia e aferição de temperatura corpórea nos munícipes e Servidores que adentram o local, pois ele é de livre circulação com grande volume de fluxo de pessoas;

3- Não foi observado o fornecimento de qualquer tipo de máscara de proteção contra o novo Coronavírus. Os Servidores estão comprando os EPIs (Equipamentos de Proteção Individuais) que a Prefeitura deveria fornecer gratuitamente e fiscalizar o uso;

4- Nos banheiros não observamos torneiras, sabão e papel para realização da assepsia, promovendo assim maior infecção e disseminação de vírus e bactérias.

PARECER DA PRESIDENTE

A presidente Clícia comenta: “Caso não ocorra a regularização dos itens apontados, o Sindicato tomará as medidas cabíveis para proteção e bem-estar dos Servidores. Estamos com estas visitas frequentes justamente para averiguar irregularidades e cobrar soluções imediatas. Como sempre alerto, caso tenham denúncias ou solicitações, os canais de comunicação do Sinseri estão abertos e à disposição do funcionalismo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *