Vale-transporte | Sinseri solicita manutenção do pagamento aos Servidores

O Sinseri, através da presidente Clícia Mara Silva Damaceno, protocolou na manhã de hoje (8) ofício onde solicita manutenção do pagamento do vale-transporte aos Servidores em regime de home office. Apesar de ser prevista a suspensão na lei trabalhista, em nosso entendimento, deixar de prover este benefício ao Servidor é prejudicial, pois mesmo em casa, existe a contrapartida de aumento dos custos na residência do trabalhador, com água, luz, telefone e internet. A Prefeitura não está assumindo nenhum destes custos ao trabalhador. Em resumo: o ônus dessa transferência para o teletrabalho fica todo a cargo dos Servidores.

O vale-transporte é um benefício instituído por lei e determina que o empregador deve pagar para o empregado, antecipadamente, o valor necessário para ir de casa ao trabalho, e vice-versa, no transporte coletivo público. Quando o empregador deixa de pagar o benefício, em tese, assume os custos do colaborador em casa seja com luz, internet e manutenção dos instrumentos de trabalho.

Clique na imagem abaixo e leia o ofício na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *