O momento não é de volta às aulas, defende o Sinseri. Protocolo de segurança JÁ!

Nosso Sindicato entende que o momento não é de volta às aulas. Precisamos construir um debate entre a entidade sindical, profissionais, Secretaria de Educação, pais de alunos, entre outros, com o objetivo de criar um protocolo de segurança. O momento é delicado e precisa traçar um caminho seguro de retorno.

PRESIDENTE CLÍCIA

“Com essa preocupação, estive na Secretaria de Educação, dia 6 de agosto, e protocolei ofício a fim de ampliar o debate. A criação de uma Comissão de Volta às Aulas é importante e gostaríamos de compor a linha de frente dos debates. Queremos contribuir no diálogo construtivo visando a segurança do coletivo”, afirma a presidente do Sinseri, Clícia Mara Silva Damaceno.

MUITO IMPORTANTE

O tema volta às aulas tem tido uma grande repercussão nacional. A questão é debatida em todas as esferas e somente o diálogo poderá prevalecer. As regras estaduais são importantes e nesta pandemia ficou evidente que as tomadas de decisões dos Estados foram prioritárias e aplicadas pelos municípios.

“O protocolo de segurança para o retorno é fundamental, quando bem aplicado e amplamente debatido. Estamos falando de vidas, do futuro de nossa Nação, e dos nossos mestres”, arremata o Dr. Rafael Ceroni Succi, advogado do Sinseri.

VEJA O OFÍCIO PROTOCOLADO NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

LEIA TAMBÉM

Tire suas dúvidas sobre assédio moral. Confira perguntas e respostas elaboradas pelo Sinseri

Infelizmente, nos dias de hoje, em especial no serviço público, é necessário ainda falar de assédio moral. Muitas vezes, ele ocorre de forma camuflada e as vítimas ficam sem reações e, em alguns casos, não conseguem identificar a caracterização da prática. Em razão disso, nosso Sindicato elaborou perguntas e respostas a fim de esclarecer os trabalhadores. Além disso, nos colocamos à disposição para ajudar caso o Servidor seja alcançado por essa ação desumana… leia a matéria na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *