Sinseri visita USF Jd. Josely e Zoonoses e intensifica orientações sobre a CAT

Nossa presidente Clícia Mara Silva Damasceno e o Técnico de Saúde e Segurança do Trabalho Leonardo Rolim estiveram, dia 27 de abril, na Unidade de Saúde da Família (USF) do Jardim Josely e na Zoonoses. O objetivo das visitas foi conversar com os Servidores, ver deles se havia alguma denúncia e também tirar dúvidas de assuntos gerais, como a data-base e a questão do Nível Universitário. Aproveitamos para intensificar o aviso referente à importância da abertura da CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho).

Em ambos os postos de trabalho, fomos muito bem recebidos e nenhuma denúncia foi apresentada pelos Servidores. Tão pouco foi constatado pela nossa equipe a falta de equipamentos ou outra dificuldade aparente. Realmente, a questão mais geradora de dúvidas entre os trabalhadores foi o NU e a data-base.

Estar presente na base é um dos princípios do Sinseri e fazemos isso com afinco, sempre próximos dos trabalhadores. Enfatizamos hoje a questão da CAT pois ela influencia diretamente a vida e interesses financeiros e previdenciários dos Servidores”, afirma Clícia.

CAT

A CAT é um documento usado para comunicar o acidente ou doença de trabalho ao INSS ou Instituto de Previdência próprio. A unidade de atuação do Servidor afastado deve preencher o documento dentro de 72 horas ou será considerado crime de omissão. Lembramos também que hoje em dia a CAT pode ser emitida online, assim, contará automaticamente no banco de dados do INSS.

Ressaltamos que o Sindicato está à disposição dos Servidores. Em caso de dúvidas ou se o trabalhador precisar de apoio, basta entrar em contato conosco pelo telefone (11) 4647.4507 ou WhatsApp (11) 935.052.556. Nós iremos te auxiliar e esclarecer da melhor forma possível.

LEIA TAMBÉM

STF reconhece o contágio de Covid-19 como acidente de trabalho. É PRECISO ABRIR A CAT

O contágio da Covid-19 pelo Servidor, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), deve ser considerado como doença ocupacional, ou seja, equipara-se a acidente de trabalho. Com isso, caso o funcionário público com nexo causal (aqueles que atuam na linha de frente no combate à Covid-19) seja afastado, sua unidade de atuação deverá preencher a CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho) em até 72 horas e colher as assinaturas necessárias. Se isso não ocorrer é crime de omissão e o trabalhador precisa urgentemente procurar o Sindicato… leia na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *