Segurança Pública | Guardas NÃO são obrigados a mudar domicílio eleitoral. É opcional!

Chegou ao conhecimento do Sindicato uma circular direcionada aos Guardas Civis Municipais (GCMs) em tom preocupante. O documento dava a interpretação de obrigatoriedade dos profissionais mudarem de domicílio eleitoral caso votem fora de Itaquaquecetuba. Rapidamente, nossa presidente Clícia Maria Silva Damasceno fez contato com o Comandante Elias da Cunha e esclareceu o mal entendido junto ao secretário Anderson Caldeira (Segurança Pública). É totalmente facultativa a tomada de decisão. Ratificamos a informação em reunião realizada hoje (29) no gabinete.

👥 ESTIVERAM REUNIDOS:

➡️ Clícia Mara Silva Damaceno (presidente do Sinseri);
➡️ Valéria Tardiolli (secretária-geral do Sinseri);

➡️ Ednilson dos Santos (secretário adjunto de Segurança Pública);
➡️ Elias da Cunha (comandante da GCM);
➡️ Pedro Francisco Martins Neto (subcomandante da GCM).

Durante o encontro, todos concordaram a respeito de uma revisão no conteúdo da circular. Portanto, um novo documento será disparado aos trabalhadores com cópia direta ao Sindicato. Como os grupos no WhatsApp já estão cheios de fake news, o secretário Caldeira redigiu um comunicado de orientação aos envolvidos.

🗣️ CLÍCIA COMENTA:

O Sinseri sempre tem uma postura de verificar a veracidade de qualquer informação antes de tomar uma posição. Ontem (28) mesmo fiz contato com o secretário e obtive os esclarecimentos necessários. Agradeço imensamente pela agilidade na correção da informação e por nos receberem prontamente”.

CLIQUE AQUI E LEIA O COMUNICADO NA ÍNTEGRA

Comunicado válido

FOTO DA MATÉRIA: 

One thought on “Segurança Pública | Guardas NÃO são obrigados a mudar domicílio eleitoral. É opcional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.