Sindicato cobra Prefeitura quanto aos EPIs e materiais básicos para os Servidores

Nossa presidente Clícia Mara Silva Damaceno protocolou ontem (1º), na Prefeitura, ofício onde cobra regularização dos materiais disponíveis para os Servidores realizarem suas atividades diárias. As visitas foram realizadas em postos fora da área da Saúde, setor no qual temos uma atenção ainda maior neste período. As inspeções foram feitas pela nossa presidente e por Leonardo Rolim, Técnico em Saúde e Segurança no Trabalho.

AS VISITAS

Nosso objetivo é averiguar as condições de trabalho dos servidores públicos frente à Covid-19. Em razão da necessidade de cumprimento das exigências e orientações das autoridades sanitárias federais e estaduais. De acordo com os relatos dos Servidores e como visto pela nossa equipe, solicitamos ao Governo a apresentação dos seguintes documentos pelo poder público municipal:

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) dos próprios municipais.
Com isso, poderemos averiguar se os riscos ambientais e as medidas de profilaxia e controle no tocante ao novo Coronavírus estão sendo atenuados ou eliminados através das ações de Saúde e Segurança do Trabalho;

Cópia da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) de todos os Servidores que desenvolveram doença do trabalho ou ocupacional oriundo da Covid-19
Assim também as ações do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) diante da pandemia com os treinamentos e capacitações de Biossegurança conforme portaria 3214 da CLT NR32;

O QUE SOLICITAMOS

Diante da falta do fornecimento adequado dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), conforme averiguado pelo Sinseri, solicitamos ao Governo corrigir a irregularidade e fornecer imediatamente os equipamentos, conforme define o decreto de situação de calamidade pública pelo novo Coronavírus;

Clique na imagem abaixo e acesse o ofício na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *