NU I Servidor é vítima de um jogo COVARDE de empurra-empurra

O Sinseri esclarece, mais uma vez, diversas dúvidas à categoria sobre o Nível Universitário (NU). Reafirmamos nossos compromissos na luta permanente por melhorias e na garantia de direitos. Por isso, dia 27 de agosto, às 8 da manhã, precisamos mostrar toda indignação com os últimos acontecimentos no DIA DE PROTESTO em frente à Prefeitura. Dizem por aí que o prefeito Mamoru não tem culpa. Mas o Sindicato reitera que tem sim, porque não nos ouviu em outubro de 2019 quando alertamos de uma possível retirada do NU.

ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS

PRIMEIRO PONTO
Quando soubemos da ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) da Câmara solicitamos uma reunião urgentemente para tratar do NU.

SEGUNDO PONTO
Nos reunimos com o vereador Paiol, presidente da Casa, e fomos ouvidos, aliás sendo a única instituição que nos recebeu. A Casa de Leis tentou desistir da ADIN, mas a Justiça não aceitou.

TERCEIRO PONTO
Convocamos uma assembleia na sede da entidade, explicamos o caso aos Servidores e tivemos a aprovação para elaborar uma minuta e avisamos para a Prefeitura, em outubro de 2019, a necessidade de resolver o problema.

QUARTO PONTO
Em fevereiro, durante reunião de Campanha Salarial, na Secretaria de Assuntos Jurídicos, com a secretária Erivania, alertamos sobre o caso. A nobre disse que o direito era adquirido e não poderia ser retirado. ERROU. Hoje, não conversa com o Sindicato, não recebe os vereadores e não consegue uma solução para o problema.

QUINTO PONTO
Apenas o prefeito Mamoru pode resolver este problema. Ou seja, o Executivo elabora um projeto de lei (porque é de sua competência em razão do impacto financeiro) e a Câmara aprova.

SEXTO PONTO
Se as autoridades políticas de Itaquaquecetuba ouvissem o Sindicato e agissem depressa, o problema estaria resolvido. Não nos ouviram e agora estamos todos desesperados pois perderemos 50% dos salários.

SÉTIMO PONTO
Dia 27 de agosto, às 8 da manhã, precisamos ir em peso à Prefeitura para mostrarmos nossa indignação, em especial cobrar que o prefeito Mamoru receba o Sindicato e Comissão a fim de apontar sua ação para resolver o problema.

OITAVO PONTO
Existem alguns Salvadores da Pátria que nunca fizeram nada pelo Servidor e agora (EM ANO ELEITORAL) querem aparecer, mas com argumentações bizarras e mentirosas. Precisamos estar atentos e conscientes que apenas o Executivo poderá resolver o problema do NU.

NONO PONTO
Qualquer dúvida, informação oficial, isto é, a verdade dos fatos, procure o Sinseri, pois desde o início da ADIN temos sido transparentes com o Servidor e diante desta serenidade temos cobrado uma solução desde outubro de 2019.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *