O OUTUBRO É ROSA I Mas a preocupação e iniciativas de prevenção devem ser permanentes

Só em 2017, o câncer de mama matou 16.927 pessoas, sendo 16.724 mulheres e 203 homens. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) havia uma estimativa de quase 60 mil novos casos, apenas em 2018. Há vários tipos de câncer de mama e a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente.

PAPEL DAS INSTITUIÇÕES POLÍTICAS

Mas para saber realmente a gravidade da doença e as formas de tratamento, é preciso fazer um ultrassom da mama. Contudo, existe outro problema, a demora no atendimento das unidades de saúde pública. Aí fica uma orientação para as autoridades municipais, estaduais e federal olharem com mais responsabilidade para o setor da saúde, porque não pode um paciente esperar mais de seis meses para realizar um ultrassom da mama.

COMO PREVENIR O CÂNCER DE MAMA?

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

  • Praticar atividade física;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar;
  • Evitar uso de hormônios sintéticos, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal.
AÇÕES PERMANENTES

Com o câncer não se brinca e vale a pena os estados e municípios incorporarem essa campanha e dar mais atenção à vida do povo, em especial a dos mais necessitados que não têm condições de pagar os exames. Conheço pessoas com mais de seis meses na fila de espera para fazer um ultrassom. Isso não é justo. NÃO É HUMANO!

O outubro é rosa, mas a preocupação e iniciativas de prevenção devem ser permanentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *